Pedágio Solidário 2015

Como tradição, os alunos do Cursinho Comunitário Pimentas foram as ruas da região dos Pimentas e realizaram mais um pedágio solidário. Neste ano, conseguimos R$1.472,25. Esse dinheiro ajudará os alunos que estudarão fora de Guarulhos pagando passagem e até ajudando no primeiro mês até que ganham alguma forma de bolsa pela faculdade.

Vejam abaixo o vídeo de como foi nosso pedágio.

 

 

Grafite na Viela do Marcos Freire

CURSINHO PIMENTAS: EXEMPLO A SER SEGUIDO EM RELAÇÃO AO USO DE ÁGUA DA CHUVA

Prof. Rômulo na horta do Cursinho

Prof. Rômulo na horta do Cursinho

Em tempos de crise no sistema de abastecimento de água no Estado de São Paulo, podemos encontrar no Conjunto Marcos Freire, Bairro dos Pimentas, um exemplo a ser seguido no que se refere ao reuso de água da chuva.
No Cursinho Comunitário Pimentas, projeto social fundado e coordenado pelo Prof. Rômulo, há um sistema de captação de água de chuva dos telhados, que enche várias caixas d’água e uma cisterna que armazenam cerca de 30 mil litros de água. Essa água é utilizada nas descargas sanitárias, na limpeza do espaço e ainda garante o cultivo de uma horta orgânica no local, onde são produzidos diversos tipos de verduras, legumes, temperos e plantas medicinais.

No sistema capitalista, água também é mercadoria

Segundo o Prof. Rômulo, “o Poder Público deveria dar mais incentivos à captação e utilização de água da chuva nos imóveis particulares e, também fazer o mesmo nos prédios públicos… mais da metade do consumo de água em uma escola, por exemplo, é para descargas e limpeza do chão, logo, todo esse consumo deveria ser de água da chuva, e não de água potável, que é cada vez mais escassa e de caro tratamento…”.
Na visão do Prof. Rômulo – que também é vereador em Guarulhos – o Governo do Estado de São Paulo, através da Sabesp, não incentiva esse tipo de atitude porque a água é vista como uma mercadoria, logo, quanto maior o controle sobre o uso da água, melhor para a empresa, que atua como vendedora de água no Estado, se parecendo mais com uma empresa comum dentro do sistema capitalista do que com um órgão público que teria o dever de zelar pelo bem comum. “A Sabesp tem essa postura porque é uma empresa que foi privatizada pelos Governos Tucanos de São Paulo – metade das ações da empresa foi negociada nas Bolsas de Valores de São Paulo e Nova York – e agora seu maior compromisso é distribuir lucros aos acionistas”.

Alunos do CP fazendo a Fuvest 2015

Fuvest 2015 e os alunos do Cursinho presentes na prova. Vejam como foi.

 

 

Capoeira é patrimônio cultural. Vejam como foi a vivência do Grupo São Bento me Chama

Apresentação das atividades do Ponto de Cultura Babi

Pessoal, convidamos todos a assistirem o vídeo que mostra um pouquinho como foi a atividade realizada no último sábado, dia 22 de novembro, para apresentar os trabalhos que são desenvolvidos no Ponto de Cultura Babi na região da Vila Any.

Sítio do CP, ENEM e atrasados para a prova.

No vídeo abaixo contamos um pouquinho como foi o sítio do CP, o primeiro dia do ENEM e até os atrasados do dia da prova!

Infográfico sobre o ENEM 2014

Infográfico ENEM 2014

Projeto Pé de Conto, com a contadora de histórias Thayame Porto

Pé de Conto

Pé de Conto

A leitura é uma atividade crucial para a aprendizagem do ser humano, enriquece o vocabulário, auxilia na escrita, dinamiza o raciocínio e a interpretação, proporcionando conhecimento para a construção integral e para o exercício da cidadania. O ideal é que essa prática seja incentivada desde a infância, pois sabe-se que a mesma se constrói ao longo da vida. Com a criança, é necessário trabalhar o hábito da leitura não com falta de interação, com uma postura silenciosa, mas levando em consideração as opiniões, vivências e histórias dos(as) pimpolhos(as) enquanto ser pensante. Nesse processo de incentivo, ressalta-se o papel dos educadores e contadores de histórias, que tem em suas mãos os(as) indivíduos(as) e podem transformar os hábitos dos pequenos(as), tornando-os(as) leitores(as). Estes devem prezar a leitura não pela obrigação, mas semeando o prazer dessa prática entre os(as) garotos(as) que se jogam no mundo das letras. Pensando na importância da leitura nos anos iniciais, para a formação de cidadãos(as) críticos(as), a Associação Babi inicia mais um projeto. Trata-se do Pé de Conto, rodas de leitura com crianças da região do Conjunto Marcos Freire (inicialmente com uma turma experimental).  O projeto será conduzido pela contadora da histórias Thayame Porto, com a ajuda da mediadora de leitura Yasmin. As próximas atividades acontecerão nos dias 16 e 30 de agosto, a partir das 10h no espaço do Cursinho Pimentas. Assim como destacou nossa companheira Lígia em um simples, porém muito significativo comentário, com uma ideia que suscita o projeto,  “Isso muda o mundo”!

9º Sarau Cultural

 

IX Sarau Cultural

IX Sarau Cultural

O CEU Pimentas esteve de portas abertas para o 9º Sarau Cultural. Foi um sábado inteiro com apresentações artísticas de diversas linguagens, todas feitas por artistas da região. Isso mostra o quanto é rica a região dos Pimentas.
O Cursinho Comunitário Pimentas  realiza o Sarau há 9 anos. É um espaço aberto aos artistas do bairro e um convite aos moradores da região a frequentarem os espaços públicos do bairro. Toda organização é feita com ajuda dos alunos do Cursinho. A novidade desta edição foi a participação do Ponto de Cultura Babi. O Ponto começou suas atividades este ano de 2014, com diversas oficinas oferecidas a população, e esteve diretamente na coordenação do evento.

Veja todas as fotos e mais informações no Facebook do Cursinho Pimentas

Desenvolvido para WordPress | Desenhado por: Douglas Lotto